Iluminadores

Usar o iluminador facial pode deixar a maquilhagem muito mais bonita, elegante e completa. Mas aplicar demasiado ou no local errado pode ter o efeito contrário.

É necessário conhecer bem os tipos de iluminador que existem e os seus efeitos para melhor decidirmos sobre qual usar:

  • Iluminador em Pó – São os mais comuns e fáceis de usar e têm uma boa duração. Também é possível usar sombras de olhos que combinem com o tom da pele como iluminador.
  • Iluminador Cremoso – O cremoso começa agora a ser mais procurado, o que faz com que comece a haver uma maior oferta.
  • Iluminador em Caneta – São ideais para iluminar a região dos olhos. Têm uma textura leve e um efeito subtil no rosto.
  • Iluminador Líquido – Os líquidos costumam ter um efeito discreto e bonito. Há quem aplique um iluminador líquido primeiro e depois o reforce, levemente, com um iluminador em pó.

Onde aplicar Iluminador?

Podemos aplicar o produto em vários locais, consoante a fisionomia do nosso rosto. Ainda assim devemos ter algum cuidado e reservar os iluminadores com brilho para a noite e os mates para o dia. Mas há sempre excepções desde que o uso seja moderado.

  1. Abaixo das sobrancelhas
  2. Canto interno do olho
  3. Acima das sobrancelhas
  4. Testa
  5. Cana do nariz
  6. Acima das Maçãs do Rosto, logo acima do Blush
  7. Arco do Cupido dos Lábios
  8. Queixo

De lembrar que o objectivo do iluminador é realçar, pois vai atrair o olhar para as áreas mais luminosas do rosto.

Assim, qualquer área que não queremos destacar não deve ser iluminada.

Tudo o que tiver mais brilho se torna mais evidente e saliente, e tudo o que for mais escuro acaba por minimizar, esconder ou reduzir qualquer imperfeição.

 

 

A mostrar 1 resultado